Mídia

Mídia
Artigos

Próxima seção

TAG Research - Earvin “Magic” Johnson – XP Expert

Earvin “Magic” Johnson – XP Expert

São Paulo, 17 de julho de 2020.

·         Para mim sempre foi sobre vencer.

·         Em todas as minhas passagens esportivas, desde a escola, sempre quis melhorar o meu time.

·         Em seu primeiro ano, na final, jogo 5 contra o 76ers, ganhando de 3 a 2 e o melhor jogador (Kareem Abdul-Jabbar) se machucou. Todo mundo ficou mal e ele disse, e dai, nós vamos vencer esse jogo mesmo assim.

·         Nessa final foi o primeiro rookie (jogador em seu primeiro ano) a ser MVP (Most Valuable Player) das Finais.

·         Sobre jogar contra Larry Bird:        

                - Jogaram contra na época de faculdade em um jogo histórico.

                - Depois um foi para o Boston Celtics e ele para LA Lakers.

                - E se enfrentaram em 3 finais.

·         Sobre participar e liderar o Dream Team:

                - Todo mundo tinha que deixar o ego na porta.

                - O único objetivo era ganhar o ouro.

- Como líder, falava com todos os jogadores individualmente e em grupo que estavam ali para ganhar e dar um show pro mundo.

·         Falando sobre falhas:

                - Perdi pro Larry Bird uma final em 1984.

                - Isso me fez voltar para dentro e se reinventar.

                - Era um melhor jogador no ano seguinte.

                - E conseguiu ser campeão em 1985.

                - Você vai perder jogos, mas é importante como você reage a isso para melhorar.

                - Devo muito a Larry Bird e Michael Jordan.

·         Faça uma análise SWOT de você mesmo. Faço isso 2x por ano.

·         Sobre o diagnóstico de HIV positivo.

                - Ficou arrasado quando descobriu, o mundo dele abalou.

                - Tempo muito diferente, achavam que era uma sentença de morte.

- Como médico falou pra lidar? Ser positivo, tomar os remédios e se cuidar, que ele seguiu à risca.

                - Esposa estava grávida, e deu muito apoio.

                - Graças a Deus ela e o filho sempre estiveram saúde.

- Muito importante ser a cara dessa doença trazendo informação e ajudando a trazer recursos para ajudar outros.

                - Amo meu papel sendo a voz sobre HIV/Aids, e sou muito comprometido com isso.

·         Transição do basquete para os negócios:

                - Sempre se aproximou de grandes lideres e homens de negócios.

                - O primeiro foi o dono do Lakers.

                - Depois se juntou ao CEO do Starbucks e abriu mais de 200 lojas junto.

- Hoje é dono do LA Dodgers, um time de futebol, um time feminino de basquete, time de e-esportes (um dos melhores do mundo), uma empresa de infraestrutura, entre outros negócios.

- Grandes lideres que o ajudaram, e hoje faz questão de ajudar e dar conselho a outras pessoas.

·         Tem alguma figura empresarial que você admira? Jeff Bezos.

·         Lê muito, gosta de conversar com CEOs e até hoje pede conselhos.

·         Como você vê o futuro do esporte pós pandemia?

                - Esportes vão continuar.

                - Talvez demore para os torcedores voltarem.

- E é preciso que eles voltem, tanto pela receita, como pela energia que trás aos jogadores.

                - Torcida é muito importante.

·         Kobe Bryant era um cara fantástico, fez muito pelo esporte. Faz muita falta.

·         Quais lições tirar do sucesso em quadra e levar para os negócios?

                - Ter uma cabeça vencedora

                - Trabalho em equipe para um objetivo comum, que é vencer.

                - Hoje como CEO ele tenta fazer todos os funcionários melhores.

                - Determinação.

 - Mostrou pra muita gente que duvidava dele, que era capaz de fazer a migração para os negócios.

·         Qual seu legado?

                - Melhorar alguns bairros mais carentes com emprego, escola.

                - Dar bolsa de estudo para jovens que não podiam pagar.

- Dar acesso a tecnologia, 20 centros de computadores em bairros pobres, para pessoas que não tinham condições.

                - Postos médicos e de dentista em bairros pobres.

                - Quero ser lembrado sobre o impacto em melhorar a vida de pessoas.

·         Qual é o seu jeito “Magic” de investir?

                - Olhar os números da empresa nos próximos anos.

                - Quem é o time de gestão, quem é o CEO.

- Tem alguns pontos que ele tem como importantes, e que se a empresa tem todos esses pontos, ele segue para fazer um “cheque”.

·         O que você hoje diria para você aos 20 anos:

                - Queria ter 20 anos hoje, sabendo o que sei. Eu seria multibilionário.

- No início da carreira, Adidas e Converse ofereceram muito dinheiro. A Nike, que estava começando, falou que não tinha dinheiro, mas poderia dar muitas ações da empresa para ele. Ele negou. Como gostaria de voltar atrás e aceitar aquelas ações.

·         Existe algo que você gostaria que perguntassem para você responder ou gostaria de fazer?

                - Gostaria de conhecer Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

- Conseguiu estar com os maiores nomes da música como Prince, Michael Jackson. Mas, é muito fã de futebol e gostaria de conhecer os melhores da atualidade.

 

 

                                                                                                             

Área de Gestão TAG Investimentos

TAG Investimentos
TAG Investimentos
TAG Investimentos
TAG Investimentos
SÃO PAULOAv. Brig. Faria Lima 3311 - 12º andarItaim Bibi - São Paulo - SPCEP: 04538-133Telefone: (11) 3474-0000
PORTO ALEGREAv. Carlos Gomes, 300 - 7• andar
Bairro Três figueiras,
Porto Alegre, RS
CEP: 90480-000
Copyright © 2016, TAG. Todos os direitos reservados.

As informações no presente material são exclusivamente informativas. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. Ao investidor é recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento dos fundos de investimento ao aplicar seus recursos. Fundos de investimento não contam com a garantia do administrador, do gestor, ou ainda do futuro garantidor de crédito - FGC. Para s avaliação da performance de um fundo é recomendável uma análise de no mínimo 12 meses. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos; para mais informações sobre produtos e risco de fundos, entre em contato com nossa Central de Atendimento.