Mídia

Mídia
Articles

Next secion

Mercado tem leve melhora, mas incertezas permanecem

07/04/2021 às 05h01

Mercado tem leve melhora, mas incertezas permanecem

 

Dólar cai abaixo de R$ 5,60, mas Ibovespa sofre com rotação de papéis

Por Lucas Hirata, Marcelo Osakabe, Victor Rezende e Felipe Saturnino | Para o Valor de São Paulo


Sinais de melhora que começam a despontar no conturbado ambiente local trouxeram algum alívio aos ativos domésticos no pregão de ontem. Como resultado, o dólar voltou a cair e fechou abaixo de R$ 5,60 pela primeira vez em duas semanas. Já o Ibovespa ensaiou se manter azul, mas acabou o dia praticamente estável, influenciado por um movimento de rotação nas carteiras que acabou penalizando os papéis de bancos, com peso relevante no índice.

Depois de romper brevemente a marca de 118 mil pontos durante a sessão, o Ibovespa acabou entregando os ganhos e fechando em queda de 0,02%, aos 117.499 pontos. Já a moeda americana caiu 1,42% e fechou a R$ 5,5988, o menor patamar desde 23 de março.

Como pano de fundo para uma postura ligeiramente mais otimista, está a perspectiva de uma resolução para o impasse do Orçamento, bem como a ação do presidente Jair Bolsonaro para tentar resolver entraves à importação da vacina Sputnik e comentários proferidos pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

 


Em dois eventos, o dirigente admitiu que a explicação para o impasse envolvendo o Orçamento “não foi boa e criou incerteza” em um primeiro momento, gerando um prêmio na curva de juros. Por outro lado, reiterou o plano de fazer um ciclo de altas da Selic mais intenso no início e, assim, de menor duração.

“Os comentários de Campos sempre ajudam a acalmar o mercado, mais até que de outros membros do governo”, diz Italo Abucater dos Santos, gerente de câmbio da Tullett Prebon. “Embora não tenha feito nenhuma fala muito diferente, ele ajuda a dar conforto principalmente na curva de juros, que tem sido um gargalo maior que o próprio câmbio”, acrescenta.

Em relação à bolsa, juntamente com o desempenho de papéis ligados a commodities, há uma busca por barganhas diante da expectativa de que o cenário volte a melhorar em relação à pandemia e à oferta de vacinas nos próximos meses. Isso tem beneficiado papéis mais fortemente prejudicadas pela pandemia e que poderão ter um desempenho melhor no caso de uma reabertura econômica, como turismo, aéreas e shoppings.

“Conforme a vacinação acelere no Brasil nos próximos meses, nomes relacionados à reabertura podem começar a ter um desempenho superior [ao resto do mercado] da mesma forma que ocorreu nos EUA há dois meses”, dizem os analistas do Bank of America (BofA), em nota.

No caso americano, eles citam o forte desempenho de shoppings e aéreas desde a melhora do processo de imunização. Já no Brasil, as ações de companhias aéreas, turismo, restaurantes, shoppings e também pequenos bancos são os maiores retardatários desde o início da pandemia, enquanto a distribuição de combustível se manteve melhor.

Para o diretor de investimentos da TAG, Dan Kawa, ainda é preciso esperar alguns dias para verificar a evolução de casos e óbitos por covid-19 no país. O profissional ressalta, porém, que há uma “mudança incipiente” de postura do Executivo no que diz respeito ao discurso sobre a pandemia. “A constante deterioração na avaliação do governo pode explicar essa mudança de retórica pelo presidente”, diz.

Essa perspectiva mais otimista, no entanto, ainda encontra dificuldades para deslanchar. Sem um gatilho evidente e com incertezas fiscais ainda robustas, o mercado recorre justamente à rotação na carteira, dizem gestores. Ontem, foi este movimento que penalizou os papéis dos bancos e, com isso, ajudou o Ibovespa a encerrar praticamente estável. Bradesco PN e Itaú PN, por exemplo, recuaram 1,58% e 1,17%, respectivamente.

Outro ponto de preocupação é a trajetória da Selic. Os analistas do BofA alertam que o “Brasil corre o risco de perder impulso com a reabertura, já que as taxas futuras provavelmente tenderão a subir e o ruído político deve aumentar à medida que os participantes do mercado começarem a discutir as eleições presidenciais de 2022”. O banco trabalha com um juro básico de 5% no fim do ano.

Restam, por fim, dúvidas a respeito de qual será o futuro dos setores mais afetados pela pandemia após a correção de curto prazo. Segundo um gestor ouvido pelo Valor, incertezas sobre qual será o novo padrão comportamento de empresas e consumidores também o levam a agir ainda de forma tática alguns desses papéis.

No mercado de juros, por sua vez, o pregão foi dominado por fatores técnicos, em especial, o leilão de papéis atrelados à inflação pelo Tesouro Nacional. O órgão colocou 2,75 milhões de NTN-Bs para três vencimentos. e o volume financeiro aceito no mercado saltou de R$ 7,98 bilhões na semana passada para R$ 11,46 bilhões ontem. Assim, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2022 passou de 4,61% no ajuste anterior para 4,63%, enquanto a do DI para janeiro de 2027 subiu de 8,78% para 8,80%.

TAG Investimentos
TAG Investimentos
TAG Investimentos
TAG Investimentos
SÃO PAULOAv. Brig. Faria Lima 3311 - 12º floorItaim Bibi - São Paulo - SPPostal Code: 04538-133Telephone: (11) 3474-0000
PORTO ALEGREAv. Carlos Gomes, 300 - 7• andar
Bairro Três figueiras,
Porto Alegre, RS
CEP: 90480-000
Copyright © 2016, TAG. All rights reserved.

The information contained herein is only informative. Past profitability does not represent assurance of future profitability. Investors are urged to read the fund prospectus and regulations carefully before investing. Investment funds are not guaranteed by the fund administrator, the fund manager or by the Credit Guarantee Fund (FGC). To assess the performance of an investment fund it is recommended that a period of at least 12 months be analyzed. The profitability disclosed is not net of taxes; for more information about products and risk of funds, please contact our Customer Service Center.